O melhor momento para investir na indústria da construção

O IBGE acaba de divulgar dados importantes e animadores sobre a construção civil. O setor apresentou no terceiro trimestre de 2019 um crescimento de 4,4% comparado com o resultado apresentado no terceiro trimestre de 2018. Este é o maior resultado do setor desde o primeiro semestre de 2014.

O crescimento foi impulsionado pelo setor imobiliário e pela leve melhora da economia brasileira que cresceu 0,6% no terceiro trimestre de 2019 em um comparativo com o segundo semestre.

Os resultados positivos do setor de construção civil estão sempre relacionados aos primeiros sinais de melhora na economia do país. O ramo da construção é um dos mais importantes para a economia como um todo, pois no geral movimenta altas cifras e gera milhares de empregos.

Veja o que disse José Carlos Martins, presidente da Câmara da Indústria da Construção – CBIC:

“O crescimento da construção civil é uma boa notícia para a economia do país. É movimento já consistente em São Paulo, mas com força também no Centro-Oeste, puxado pela renda gerada pelo agronegócio. Tradicionalmente, a recuperação começa por São Paulo e, depois, chega aos demais estados.”

A retomada do crescimento está atrelada ao mercado de construções residenciais, uma vez que um dos seus grandes pilares é o investimento em obras públicas de grande porte, que ainda permanecem em ritmo desacelerado devido a falta de capacidade em investimentos por parte do governo.

O resultado apresentado no terceiro trimestre de 2019, ainda está longe do esperado, porém é a primeira alta em dois trimestres seguidos, após 5 anos anos de retração no setor da construção.

A análise de economistas e investidores é otimista para o setor, com as reformas propostas pelo governo, além da recente redução na taxa básica de juros e também nos juros sobre o financiamento de imóveis, a expectativa é que a demanda aumente.

Recentemente a Caixa Econômica Federal, anunciou a redução nas taxas de juros para os financiamentos de imóveis através de recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos – SBPE. A menor taxa que era de 7,5% ao ano mais TR foi reduzida para 6,75 ao ano mais TR, enquanto que a maior taxa passou de 9,5% ao ano para 8,5% ao ano.

A redução anunciada pela Caixa fez com que outros bancos adotassem a mesma política, o Itaú por exemplo, reduziu a sua taxa de crédito imobiliário de 8,1% para 7,45% mais TR e o Bradesco de 8,20% para 7,30%.

O crescimento do setor de construção civil começa a despontar em conjunto com a redução das taxas de juros. O cenário indica que a construção civil continuará ganhando fôlego e crescimento.

Esse é o momento ideal para você preparar a sua cerâmica para atender futuras demandas do mercado. A Natreb é especialista na produção de máquinas e equipamentos para a indústria ceramista. Entregamos em todo o Brasil! Entre em contato com a nossa equipe e conheça mais detalhes sobre os nossos produtos!